Imprensa

;
05-Jul-2018 14:59
Arquitetura

Professores e alunos estudam soluções sustentáveis em reformas e construções

julho, 2018, imprensa,
Julho

O Projeto Habitas, que tem o objetivo de alavancar a sustentabilidade na construção civil, a partir da reforma e modernização de duas edificações do campus do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP) – a Casa Niemeyer e a Casa de Cultura & Sustentabilidade – tem movimentado a comunidade acadêmica do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica).

Valorizando práticas sustentáveis em reformas na engenharia civil, o projeto conta com uma série de parceiros do setor público e privado na elaboração dos projetos executivos e na execução das obras, que buscam certificações rigorosas de sustentabilidade da construção civil, como a “AQUA-HQE” e o ainda inédito no Brasil “Living Building Challenge”.

Com a coordenação do professor Wilson Cabral de Sousa Júnior, do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental do ITA, um grupo de 18 professores, estudantes e ex-alunos da instituição participa do projeto, além de professores de outras duas universidades (Univap e Fatec).

Futuros engenheiros e pós-graduandos do ITA acompanham de perto as reuniões e debates acerca das construções sustentáveis, tendo o Habitas como eixo dos trabalhos.

“Me formei em engenharia civil e tinha interesse na área de certificações. Após contato com o professor Wilson, conheci o Habitas e percebi que o projeto todo está voltado ao assunto. Estou aprendendo muita coisa sobre sustentabilidade. Os desafios vão surgindo, a cada dia tem um diferente. Estou animada em conhecer soluções para ajudar a desenvolvermos uma metodologia própria”, afirma Mariana Chaves, que veio do Ceará para fazer mestrado no ITA.

Mariana participou da visita de parceiros do Habitas e alunos do ITA ao Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Saint-Gobain, em Capivari (SP). A unidade – um dos oito centros de P&D do grupo espalhados pelo mundo e o único no hemisfério Sul – trabalha com soluções inovadoras e sustentáveis para as diversas empresas do grupo Saint-Gobain no país. Na ocasião, houve encontro com representantes da empresa para debater parcerias.

Além da proposta da estudante, há outros dois projetos de pós-graduação, dois de graduação e quatro de iniciação científica em andamento, todos associados ao Habitas, abordando aspectos como economia ambiental, edificações inteligentes e monitoramento, soluções em água e energia e materiais e processos construtivos.

Novos Projetos

A união em prol do Habitas criou um grupo de estudos interessado no desenvolvimento de soluções sustentáveis em construções e reformas, que já discute novos projetos.

“Todos estão bastante envolvidos com o Habitas, um projeto que propõe novas ideias para a construção civil. A intenção é fazer uma parceria em longo prazo com o ITA, ligada à pesquisa e pós-graduação”, afirma o coordenador, que citou projeto de ecoeficiência em Fernando de Noronha (PE) como uma nova iniciativa do grupo.

“Em parceria com o grupo Enactus ITA, estamos iniciando estudos para substituir a fonte de energia elétrica da ilha, que hoje tem 90% de geração alimentada por óleo diesel”, completa Wilson Cabral.

Ciclo Vivo
Deixe seu Recado