Imprensa

;
10-Ago-2009 12:00 - Atualizado em 16/03/2016 09:08

LG fala sobre o desenvolvimento da ferramenta Ginga

Durante o encontro entre a presidente do Chile, Michelle Bachelet, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Ministro das Comunicações, Hélio Costa e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo - Fiesp, Paulo Skaf, ocorrido na sede da entidade, em São Paulo, Dílson Funaro, Diretor de Relações Governamentais da LG Electronics, apresentou o Ginga as autoridades presentes.

Na ocasião, o executivo da LG falou sobre o pioneirismo da empresa no desenvolvimento da ferramenta Ginga, o middleware do padrão brasileiro de TV digital que possibilita interatividade entre o telespectador e emissoras digitais de televisão. O Brasil tem um forte diferencial mundial no desenvolvimento e aplicação deste tipo de tecnologia, que é a abrangência territorial do sinal de TV aberta e a onipresença da televisão na rotina da família brasileira.

Dentre as vantagens trazidas pela interatividade, destaca-se a viabilidade de um canal de comunicação, que permitirá uma aproximação ainda maior com o telespectador.

"A interatividade é, talvez, a aplicação mais esperada desde o lançamento da TV Digital, em 2007, e a LG mostra hoje mais uma vez que não está apenas na liderança de vendas, mas principalmente lidera o mercado de desenvolvimento de novas tecnologias", afirma Dílson Furnaro, da LG.

A expectativa para quando o middleware for implementado é que uma série de serviços possa ser oferecido, desde informações adicionais e históricos da programação até, em longo prazo, compras e transações bancárias via TV.

Os primeiros modelos de TV da LG com o middleware Ginga já estão no mercado. São os produtos da terceira geração da linha Time Machine Digital, que estão aptas a receber a atualização que permite acesso à interatividade proporcionada pelo Ginga.

Fernando Souza Filho - PC Magazine
Deixe seu Recado