Imprensa

;
11-Ago-2009 12:00 - Atualizado em 16/03/2016 09:08

Integração de controles. Evolução e acessibilidade

Assim como o cinema em casa surgiu com a integração dos sistemas de áudio e vídeo, a evolução e acessibilidade de novas tecnologias trouxeram a possibilidade de integrar os equipamentos à internet e intranet da residência, permitindo acessar arquivos de áudio e vídeo de outras localidades e interagir com outros usuários. A sala de cinema torna-se, assim, um ambiente multiuso, podendo ser utilizado também para jogos em vídeo, karaokê, videoaula e home office.

A convergência trouxe o sinal de TV a cabo junto com internet e telefonia. Num projeto de infraestrutura de tecnologia, portanto, vale a pena pensar em compartilhar dados, voz e imagem em todos os cômodos da casa. E, ainda, considerar os sistemas de segurança, climatização e ambientação (iluminação, cortinas, toldos e persianas).

Com tantos equipamentos e módulos a serem controlados, nasceu a necessidade de um sistema de integração que facilitasse o controle do usuário a todas essas tecnologias. Isso, atualmente, é chamado de automação residencial. Basicamente o processo consiste de módulos que controlam cada um desses sistemas e se integram via rede ethernet. O usuário pode, assim, interagir com todos eles por meio de um visor touch screen personalizado a seu ambiente e às suas necessidades. Com isso, ele consegue controlar toda a parte de áudio e vídeo (dispensando os tradicionais controles remotos), a rede de iluminação (não precisando se deslocar até um interruptor para ligar, desligar ou diminuir a intensidade da luz), o acionamento de cortinas e persianas, o controle da climatização, além de poder visualizar seu sistema de segurança nesse mesmo equipamento.

"Simplesmente com um único toque no visor LCD, o usuário prepara todo um ambiente. Por exemplo, ao tocar a tecla Assistir a um filme, o sistema regula a iluminação a um nível agradável, fecha as persianas, liga todos os equipamentos de áudio e vídeo e os configura de maneira correta para exibição do filme. Se quiser, basta acionar a tecla específica para ligar os condicionadores de ar e atribuir à sala a temperatura desejável. Ainda, se preferir, o sistema permite mudar a tela de exibição para outra, na qual o usuário passa a ter à disposição um controle personalizado com comandos só para operar o filme (play, pause, volume etc.)", explica José Carlos Ho.

O controle LCD se comunica com o sistema de automação residencial por meio de rede Wi-Fi, ou seja, ele pode comandar a casa inteira sem a necessidade de o usuário estar no ambiente a ser controlado. "O sistema também pode ser integrado à internet, permitindo ao dono visualizar e controlar sua casa de qualquer parte do mundo. Celulares também podem ser usados para executar ações e receber feedbacks a distância", completa.

Silas Scalione - Estado de Minas
Deixe seu Recado