Imprensa

;
08-Mar-2018 15:47 - Atualizado em 08/03/2018 16:04

CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL

Historicamente, o homem evolui suas técnicas de construção e habitação junto ao meio onde vive. Os conhecimentos adquiridos baseiam-se nas tradições, na lógica e na experiência de acertos e erros, porém, no meio da construção civil existe um conservadorismo sobre o uso de determinados materiais e métodos de construção. No Brasil o sistema predominante ainda é a alvenaria convencional.

CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL
1/2
CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL
2/2

O termo sustentabilidade e ou desenvolvimento sustentável começou a ser discutido no início do século XVII, no auge da revolução industrial, devido à grande exploração de madeira e desmatamento na Europa, os ambientalistas alertavam sobre a importância da conscientização o uso de recursos naturais a longo prazo.

Vinte anos depois a comunidade política internacional admitiu claramente que era preciso conciliar o desenvolvimento socioeconômico com a utilização dos recursos da natureza.

No mercado da arquitetura, o termo sustentabilidade também ganhou destaque nos últimos anos, como forma de crescimento e desenvolvimento econômico. Um dos principais avanços foi a criação da certificação LEED, com o intuito de promover e fomentar práticas de construção sustentável.

Preocupados com todos esses aspectos, o escritório AP Arquitetura de Sorocaba se especializou na elaboração de projetos Ecoeficientes, como forma de otimização dos recursos naturais e interação da obra com menor dano ao meio ambiente.

Desde 2011, seus trabalhos são baseados no sistema construtivo Light Steel Frame (estrutura em aço leve), uma metodologia que agrega agilidade, eficiência energética e redução do consumo de materiais e resíduos com preços competitivos. Em 2015 o escritório agregou a seu portfólio os estudos e projetos de habitação em containers. Ambos os métodos construtivos possibilitam o trabalho de uso misto, ou seja, eles podem ser adaptados a construções existentes ou em conjunto a alvenaria convencional.

As principais diretrizes dos projetos sustentáveis são:

  • Priorização de iluminação e ventilação natural,
  • Captação de águas pluviais e sistema de reuso,
  • Implantação de energias renováveis,
  • Maximizar o uso consciente e sustentável dos recursos naturais;
  • Prolongar a durabilidade dos produtos;
  • Busca de novas tecnologias para o desenvolvimento de Projetos e Construções Alternativas.

CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL
1/2
CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL
2/2

CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL
1/2
CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS: NOVAS POSSIBILIDADES PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL
2/2

Fonte: Ariane Pini - escritório AP Arquitetura Ecoeficiente 
Em parceria com Automatic House

 

Deixe seu Recado