Imprensa

;
11-Jan-2018 10:53 - Atualizado em 11/01/2018 11:05
Automação Residencial

Casas Inteligentes: Chegou a hora de apostar na Automação Residencial?

janeiro, 2018, imprensa,
Janeiro
Iluminação controlada por smartphones, ar-condicionado acionado pelo morador que está a quilômetros do apartamento, cortinas que reagem às luzes externas…

Se você chegou até aqui, provavelmente conhece maior parte do potencial que as casas inteligentes despertam nos consumidores.

Embora a Domótica – tecnologia de automação de sistemas residenciais – possua mais de 30 anos de existência, sua popularização é recente. Apenas nas últimas duas décadas, que as casas inteligentes expandiram seu mercado, associado ao crescimento da tecnologia wireless.

Desta forma, os complexos sistemas cabeados se tornaram acessíveis em preço, tecnologia e usabilidade.

Hoje, as principais fabricantes fornecem tecnologia que associam alto conforto ao consumidor e qualidade para os serviços de seus integradores. Com isto, as casas inteligentes se tornam um produto cada vez mais conceituado e levado em conta em construções e reforma.

É UM INVESTIMENTO RENTÁVEL E DE BAIXO RISCO?

As soluções em automação residencial são um investimento com um ótimo retorno para empresas do segmento de construção civil. Os atuais sistemas domóticos são tecnologias de desempenho bastante confiável para a criação de projetos de casas inteligentes.

Não importa o seu tamanho: as soluções oferecem ampla flexibilidade para a construção de seus projetos de casas inteligentes.

Hoje, o Brasil conta diversas empresas fabricantes, muitas associadas às grandes empresas internacionais. Com isto, os equipamentos possuem múltiplos protocolos de interoperabilidade – atributo essencial para conexão entre objetos inteligentes – e conectividade.

As soluções para casas inteligentes são muito diferentes do passado, com baixa complexidade de instalação e manutenção ao integrador. Hoje, não são necessários endereçamentos complexos ou conhecimento avançado em programação de interfaces.

Já dispomos de softwares para programação, aplicações mobile de ativação em cenas e automação wireless, o que torna a instalação mais fácil e acessível ao usuário final.

Por outro lado, o potencial consumidor de automação já está bastante adaptado às interfaces utilizadas para automação. Tablets e smartphones já fazem parte do contexto de usuários, o que facilita a integração de casas inteligentes e usuários.

QUAL É O VALOR DA AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL PARA CLIENTES HOJE?

O valor da automação residencial é completamente diferenciado em relação aos clientes dos primeiros sistemas de smart home.

As casas inteligentes tem um apelo bastante diferente do passado, quando eram vistas como um itens de alto padrão ao projeto de residências. Os antigos sistemas – automação cabeada, em sua maioria – tinham alto custo de instalação para o cliente, limitando o escopo de público-alvo.

Hoje, o perfil de consumidores leva em conta novos fatores, com uma preocupação muito maior pela origem e desempenho de seus produtos.

Em primeiro lugar, a sustentabilidade é um fator de alta relevância para escolher produtos ou se associar a uma marca específica.

A contenção de impactos do consumo humano sobre o meio-ambiente é um dos maiores atributos das casas inteligentes. Em um mesmo sistema de automação integrado, seus projetos podem reduzir significativamente o gasto energético com iluminação e ar-condicionado.

Não menos importante, com o surgimento da automação wireless, o custo para aquisição de casas inteligentes é muito mais acessível.

Para novas construções, o custo não representa 2% do investimento inicial. Em níveis mais avançados, o custo de automação é estimado de R$ 15 mil reais atualmente. 

Não menos importante, as casas inteligentes trazem acessibilidade aos projetos residenciais. Com múltiplas interfaces de acesso, a automação reduz a necessidade de deslocamentos de idosos e portadores de necessidades especiais em casa. 

QUANTO ÀS CASAS INTELIGENTES PODEM CONTRIBUIR PARA INSTALADORES, ARQUITETOS E DESIGNERS?

Sem dúvidas, dominar a instalação de casas inteligentes será um requisito essencial para os novos profissionais de construção civil.

A sustentabilidade é uma das prioridades no setor hoje, considerado de alto impacto para o meio ambiente. A tendência em recuperar os custos e desgaste da natureza com eficiência no consumo energético de longo prazo pelos usuários de casas inteligentes.

Na função de integradora, as empresas podem fornecer métodos comprovados de eficiência energética em sua proposta de valor, de forma customizada ao usuário. 

Caso seja um designer ou arquiteto, as casas inteligentes serão um excelente aliado para projetos de arquitetura sustentável. Os recursos como a dimerização de LED permitem planejamento sofisticado para ambientes, sem abrir mão da economia direta na conta.

Neocontrol
Deixe seu Recado